Pelo terceiro ano a Bonfiglioli reconhece, com o prêmio Leonardo, jovens laureados na área da mecatrônica
< voltar

Pelo terceiro ano a Bonfiglioli reconhece, com o prêmio Leonardo, jovens laureados na área da mecatrônica

Quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014 Sonia Bonfiglioli, durante a cerimônia de abertura da entrega do prêmio do Comitê Leonardo para o Dia da Qualidade Itália, que teve lugar no Quirinale, com a presença do presidente da República, Giorgio Napolitano, entregou o Prêmio de Láurea “Clementino Bonfiglioli” para Tomas Pradella, formado em Engenharia Elétrica pela Universidade de Pádua.

Com o objetivo de apoiar a formação profissional dos jovens e ajudá-los a entrar no mundo do trabalho, a Bonfiglioli decidiu premiar, pelo terceiro ano consecutivo, as atividades de pesquisa dos alunos mais brilhantes, capazes de desenvolver uma tese de graduação na qual foi desenvolvido o tema da integração e interface entre equipamentos mecânicos, elétricos e eletrônicos no controle e transmissão de torque para os diversos campos da automação industrial.

O prêmio inclui a possibilidade de um estágio remunerado, por um período de seis meses, no centro de pesquisas de mecatrônica da Bonfiglioli em Rovereto (BMR – Bonfiglioli Mechatronic Research), onde o vencedor poderá contribuir ativamente para o desenvolvimento de projetos da Bonfiglioli neste âmbito: a integração de tecnologia para a automação industrial é um setor que a Bonfiglioli vê como fundamental, investindo na formação, pesquisa aplicada e colaboração com a universidade, já há muitos anos.

A 'Bonfiglioli já reconfirmou a disponibilidade de um prêmio de láurea para o próximo ano, dando continuidade ao que foi feito em anos anteriores.